sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

' CONVERSANDO COM A LUZ - PARTE 2. 'QUASE MORRI... E VOLTEI!'.


"Esse texto merece ser lido com coração e mente abertos, refletido e assimilado com atenção. Tudo nele fala de Amor"... (Adriana Tanese Nogueira. Psicóloga)
 
   Click nos Sete Arcanjos e veja o que seu Anjo da Guarda revela!
(*) ACORDE! 'Caminhante das Estrelas': 
(*) "Antes de reencarnar na Terra, você fez um plano do que pretendia alcançar... Fez contratos com todas as pessoas de sua vida: pais, irmãos, irmãs, parentes e amigos. Eles o ajudam a passar por tudo o que planejou realizar nesta vida"... (Dolores Cannon. Hipnoterapeuta). 

Você aniversaria hoje? Click nos Anjinhos! 
 Anjos da Guarda: Click e veja o que o seu revela!

Você precisa de orientação para tomar uma decisão? 
Mentalize a sua questão da forma mais clara possível, e 
lembre-se de que o Acaso não existe... Boa sorte! 
 Tarô Online - Gratis!


Escolha uma música que aquiete a mente e "fale" ao coração, e a ouça durante a leitura dos textos:
‘Relaxing Harp Music’. Meditation. (Mix). 

O Divino Poder da Música - (Max Heindel). 
“Ao olharmos ao nosso redor, no universo material, vemos miríades de formas. Todas têm certa configuração e emitem um som definido; na verdade todas o fazem, pois há som mesmo na chamada natureza inanimada. O vento na copa das árvores, o murmúrio do regato, o marulho do oceano, são contribuições definidas para a harmonia da Natureza...

“Contudo... a arte da música tem o poder de falar a todos os seres [humanos e animais] de uma maneira mais além das outras artes. Aumenta nossas alegrias, conforta [a alma] e as mais profundas tristezas. Pode acalmar a paixão de uma natureza selvagem e despertar a bravura no maior covarde; é o fator mais poderoso conhecido para exercer influência sobre a humanidade. 

“Somente quando nos colocamos atrás dos bastidores do visível e compreendemos que o homem é um ser composto de Espírito, alma e corpo, é que entendemos por que somos tão diversamente afetados pelas três artes”... (Max Heindel).  ['Mistérios das Grandes Óperas'. O 'Parsifal' de Wagner].

 Click-Foto: Coheça as Praias de Rio das Ostras!
 
INTROITO - (Campos de Raphael).
Existem hoje na Internet vídeos, informes e relatos de experiências de variadas pessoas noutra dimensão da vida, documentadas por exemplo em 'Life After Life', pelo Dr. Raymond Moore Jr.. Apesar disso, ainda existem céticos que acreditam: "morreu, acabou"...

A verdade, porém é que existe essa outra realidade que permeia as nossas vidas, e experiências nessa outra dimensão, são relatadas desde os tempos de Platão. E nos tempos modernos, temos as vivências profundas de Carl Jung, descritas na obra 'Memórias', Sonhos e Reflexões', sobre sua própria experiência de quase-morte em 1944 e depois o sonho-visão com seu próprio Ser interior, que denominou de 'Self',,,
Eu mesmo acompanhei de perto no Rio de Janeiro, a experiencia de quase-morte de minha esposa, quando éramos ainda recém-casados. Durante cinco noites e cinco dias, ela ia e voltava consciente da região que chamam de 'mundo astral', aonde um 'agente espiritual' a guiou a locais de ensinamentos. Esclareceu-lhe que ela "perdera os 30 anos de sua existência sem realizar a missão espiritual que escolhera para esta vida. Fôramos colocados juntos como possibilidade de desfazer os 'nós' [kármicos] de nossas Almas, trilhando um caminho espiritual"...

Paralelamente a sua primeira noite 'do lado de lá', eu experienciava 'do lado de cá', o primeiro contato com o ser interior imortal, que Carl Jung denominou de 'Self'. Essas experiências mudou radicalmente nossa percepção do propósito de nossas vidas e o rumo do Destino de nós dois dali para a frente.

Existe uma consciência cósmica por trás de nossa personalidade mortal -, a persona  (máscara). Os registros akáshicos de experiências passadas por outra personalidade, encontram-se nessa outra consciência imortal, o 'Self', Si-mesmo. Em 1963, ao adentrar as ruínas de um castelo templário medieval no Sul da França, desconhecendo ser o lendário Castelo do Graal dos cavaleiros do Santo Graal, experienciei o déjà vu (o já visto) e aflorou um indescritível Amor Divino do âmago do meu coração!

Lógico que não sou a persona de 700 anos atrás, mas como explicar essa outra consciência mais ampla dentro de nós?! É um mistério a ser vivenciado para se obter algum vislumbre de compreensão... Por isso, recomendo este relato de Mellen-Thomas Benedict, a todos os que se interessam seriamente em ampliar seu conhecimento espiritual... (Campos de Raphael).
E, sobre o relato de Mellen-Thomas, destaco estas palavras no site www.psicologiadialetica.com/: 

"Publico este texto porque é espetacular. Não só acredito no que está escrito, como ele confirma verdades que outras pessoas, comuns, intelectuais e pesquisadoras já disseram. Reconheço nele idéias que estão circulando há décadas.

"Esse texto merece ser lido com coração e mente abertos, refletido e assimilado com atenção. Tudo nele fala de Amor"... (Adriana Tanese Nogueira). [http://www.psicologiadialetica.com/2012/05/experiencia-quase-morte-de-mellen.html]

Para melhor compreensão, leia a Parte 1: 'Quase Morri... E Voltei!' A Experiência Cósmica de Mellen-Thomas Benedict - Boa leitura! (Campos de Raphael).

'Conversando com a Luz': 'Quase Morri... E Voltei' - Mellen Thomas Benedict (Parte 2).
“Enquanto a Luz se revelava para mim, percebi que estava vendo era a matriz do Eu Superior; o que posso dizer é que aquilo se transformou em uma matriz, uma mandala de almas humanas"...

Na verdade, o que chamamos de Eu Superior é uma matriz em cada um de nós, um canal condutor para a Fonte. Cada um de nós vem diretamente de lá, com a experiência direta da Fonte. Todos têm um Eu Superior, nossa parte além alma. Ela se revelou para mim na sua forma mais verdadeira.

A única forma para descrever isso é que o Eu Superior é como um canal, embora não pareça um canal, mas uma conexão direta que temos com a Fonte. E estamos todos nós conectados diretamente com essa Fonte...
A Luz mostrava a matriz do Eu Superior: ficou claro que os Eus Superiores de todos os seres humanos estão conectados como um só Ser. Somos na verdade um único ser, em diferentes aspectos desse mesmo ser, independente das religiões; foi o que retornou para mim. E vi a mandala dos seres humanos, a coisa mais linda que já vi; fui até ela e foi simplesmente magnífico, avassalador. Era como se todo o Amor que você sempre quis estivesse ali: aquele tipo de Amor que cura, cicatriza e regenera.

Enquanto pedia à Luz que continuasse me explicando, entendi o que é a matriz do Eu Superior. Temos uma rede [eletromagnética] em volta do planeta onde todos os Eus Superiores estão conectados, como numa grande companhia, e num nível de energia sutil que está bem próximo; um nível espiritual pode-se dizer. Após certo tempo, pedi mais esclarecimento. Queria saber mais sobre o Universo, e estava pronto para isso naquele momento: – “Estou pronto, pode me levar”.
A Luz então se transformou na coisa mais linda que já vi: a mandala de almas humanas do planeta. E eu com a minha visão negativa sobre o planeta… Enquanto pedia para a Luz continuar me esclarecendo, vi na mandala como somos lindos em nossa essência, em nosso núcleo. Somos as mais lindas criações. A alma humana, a matriz humana da qual fazemos parte é absolutamente fantástica, requintada, exótica, tudo.

Não tenho palavras para expressar como isso mudou minha visão do ser humano. E exclamei: – “Oh, Deus, não sabia o quanto somos belos”. Em qualquer nível, alto ou baixo, em qualquer forma que esteja, você é a criação mais linda. Fiquei atônito ao perceber que não existe nada de mau em nenhuma alma. E disse: – “Mas, como pode ser isso?”

E a resposta foi que: ‘Nenhuma alma é ruim por natureza. As coisas terríveis que acontecem podem levar as pessoas a fazer coisas ruins; suas almas, porém não são más. O que todas elas buscam e o que as sustentam é o Amor. E o que distorce as pessoas é a falta de Amor’.
As revelações vindas da Luz pareciam não ter fim. Então perguntei: – “Isto quer dizer que a raça humana ainda poderá ser salva?” – E a grande Luz falou ao som de um tipo de toque de trombetas e chuva de luzes espiraladas: ‘Lembre-se, e jamais esqueça: Você salva, redime e cura a si mesmo. Sempre pode fazer isso; e sempre poderáVocê foi criado com este poder, antes do começo do mundo’.

Naquele momento fui mais longe. E entendi que já somos salvos, porque fomos feitos para a autocorreção, assim como o restante do Universo. Este é o porquê da Segunda Vinda. Agradeci à Luzcom todo o meu coração e a melhor coisa que pude dizer foram estas palavras simples de pleno agradecimento: “Oh Deus amado, Universo querido, amado Ser Superior, eu amo a minha vida”.
A Luz parecia respirar mais profundamente em mim. Era como se a Luz estivesse me absorvendo… O Amor que é luz – é algo indescritível. E penetrei em outra Realidade, mais profunda que a anterior, e percebi algo muito, muito maior. Era um fluxo de Luz, vasto e repleto, no meio do coração da vida. Perguntei o que era aquilo.

E a Luz respondeu: ‘Este é o Rio da Vida. Beba deste manancial de água para satisfazer o seu coração’. Assim fiz. Tomei um grande gole e mais outro. Beber da própria Vida! Fiquei em êxtase. E a Luz me disse: ‘Você deseja algo?’. A Luz sabia tudo sobre mim, todo passado, presente e futuro...

– Sim!” – respondi.
E pedi para ver o resto do Universo para além do sistema solar, para além de toda ilusão humana. A Luz me disse que poderia ir com o Rio. Fui então como que carregado pela Luz para o fim do túnel… (Mellen-Tomas Benedict).

(*) Nota: A Luz nos espelha de volta os conteúdos do inconsciente (imagens, figuras, etc.), alimentados por nossa crença ou modo de ver. Lembra a ‘projeção psicológica’: “Assim como tendemos a admitir que o mundo é do modo como o vemos admite-se também, ingenuamente, que as pessoas sejam do modo como às imaginamos. Infelizmente não existe ainda, para este último caso, uma física que comprove a discrepância entre percepção e realidade”. (GW 8, § 507. C. G. Jung. 'Léxico de Conceitos Junguianos').
ATENÇÃO!: Você acabou de ler a Parte 2, de "Quase Morri. Voltei. Entendi..." Recomendamos ler também, para melhor entendimento: 'Quase Morri... E Voltei!' A Experiência Cósmica de Mellen-Thomas Benedict - Parte 1.
Boa leitura!

[Fonte:http://serluminoso.blogspot.com.br/2010/12/quase-morri-voltei-entendi-1 e 2.html/ 
 

 Vale a pena ler a continuação desse relato, em:
 


SAUDAÇÃO NAMASTÊ 
'O DEUS QUE EXISTE EM MIM SAÚDA O DEUS QUE EXISTE EM VOCÊ'
'[https://futurodanovaterra.blogspot.com.br].

Talvez você se interesse também: