sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

'O REENCONTRO DE ALMAS' - 'Laços de Amor Entre Vidas'. (Primeira Parte) - História Real. (Campos de Raphael).



Quem ou que forças misteriosas parecem intervir em nossas vidas? Existe um poder superior em nós que constela certos acontecimentos, para reencontrarmos aqueles a quem estamos interligados por laços kármicos do passado? Os Anjos da Guarda, através da Sincronicidade, podem servir de instrumento ao nosso ser interior imortal ("Deus em nós"), que Jung chama de 'Self'?! - Nosso relato compartilha fatos experienciados, trazendo respostas que ampliam a compreensão sobre acontecimentos inesperados, para além do controle de nosso ego mortal... (Campos de Raphael).
 Seja Bem-vindo! - Welcome! - Bienvenido!

 Click nos Sete Arcanjos e veja o que seu Anjo da Guarda revela!

(*) Acorde! 'Caminhante das Estrelas': 
"Antes de reencarnar na Terra, você fez um plano do que pretendia alcançar. Dentro desse plano, fez contratos com todas as pessoas de sua vida: um contrato com seus pais, irmãos, irmãs, parentes e amigos. Eles o ajudam a passar por tudo o que você planejou realizar nesta vida". (Dolores Cannon. Hipnoterapeuta). Dolores afirma o que já temos dito: antes de nascer cada ser escolhe, a nível da Alma, as lições de vida a serem experienciadas no campo quântico das possibilidades, junto com aqueles que estamos interligados por laços kármicos do passado. Ninguém nasce numa certa circunstância ou família por Acaso. Tudo faz parte do aprendizado constelado pelo ser interior imortal ('Self')... O mapa astral indica as influências planetárias do dia e hora que você nasceu, enquanto que as características do Anjo do Guarda que o acompanha desde seu nascimento, revelam as potencialidades, qualidades, profissões e a personalidade 'feminina' ou 'masculina' que escolheu. E cada existência é uma oportunidade de expansão da Consciência Divina... (Campos de Raphael).


Você aniversaria hoje? Click nos Anjinhos!
 Anjos da Guarda: Click e veja o que o seu revela!


 Mensagem da Árvore de Natal para Um Novo Ano!

Escolha abaixo uma música que aquiete a mente e 'fale' ao seu coração... E a ouça durante sua leitura:

 Click-Foto: Coheça as Praias de Rio das Ostras!
  
'O Reencontro de Almas' - 'Laços de Amor Entre Vidas' -
História Real. (Campos de Raphael).
O universo está em constante mudança e a realidade é um emaranhado de infindáveis transformações inter-relacionadas: "Nossas mentes são finitas, e no entanto, mesmo nessas circunstâncias de finitude, estamos rodeados de possibilidades infinitas, e o propósito da vida humana é apreender o máximo que pudermos dessa infinitude"... escreveu o renomado matemático e filósofo Alfred North Whitehead - ('Para Além da Mente',  p.22). 

Parece que a maioria de nós, além da venda que nos colocam nos olhos ao nascer, vive meio acordados, o que justifica as palavras de Herman Hesse: "A chave que nos tornará mestres da natureza interior ficou enferrujada desde o dilúvio. Ela chama-se velar. Velar é tudo...Vela em tudo o que fazes! Não te julgues já desperto. Não, tu dormes e sonhas!" - (Cf. 'O Despertar dos Mágicos' - O Admirável Texto de Gustav Meyrinck).

Eis uma das razões por que deixamos de perceber o quanto nossas vidas estão indissoluvelmente interligadas e entrelaçadas com as almas uns dos outros, embora nasçam ou vivam distantes de nós. 

Exemplo: Dois seres escolhem suas "vestes espaciais" em continentes separados pelo oceano Atlântico. Para a mente racional do ego, jamais poderão se encontrar. No entanto, forças e eventos imponderáveis os levarão a sair do lugar de seus nascimentos para se encontrarem na Enseada de Botafogo, Rio de Janeiro...
Certas 'coincidências significativas' propiciam seu reencontro, consteladas pelo ser interior e a ajuda dos Anjos da Sincronicidade, para vivenciarem uma série de acontecimentos envolvendo viagens, casamento e experiência de quase-morte. Fatos que abrirão possibilidades de seu despertar e buscarem juntos o Caminho, que pode reconectá-los à continuidade de sua vida espiritual de 700 anos atrás, entre templários e os monges cátaros do Sul da França. Enfim, tudo para ajudá-los a libertarem-se de seus laços kármicos do passado.

Pode parecer algum roteiro de novela da TV, ou ficção de romances espíritas, mas trata-se de fatos ocorridos em nossa vida pessoal e acontecem no mundo inteiro com várias pessoas e ocorrer também com você, leitor...

Talvez você - como nós o fizemos no início desses eventos - possa perguntar: Que misteriosas forças são essas que intervêm de modo inesperado em nossa existência, para além da vontade de nosso ego? Existem "agentes espirituais" por trás das Cartas  do Tarô e do 'I Ching', que podem nos ajudar e orientar em momentos cruciais da vida? -'Sim', é a resposta! E tivemos várias provas disso em nossa própria experiência de vida.

Cada um de nós traz dentro de si mesmo um mistério ou enigma a ser desvendado. E nosso relato irá exemplificar isso: Aos 23 anos de idade eu estava saindo em férias de trabalho para passá-los em Vitória no Espírito Santo à convite de uma irmã casada. Ela era filha do primeiro casamento de nossa mãe com um caixeiro-viajante, este a levara ainda criança para Vitória, ao abandonar minha mãe, deixando-a com outros filhos.

Comprei passagem de navio Lloyd-Brasileiro para Vitória, curioso para fazer minha primeira viagem marítima, porque só conhecia a travessia de barcas para eu fazer entregas em Niterói, do outro lado da Baía de Guanabara, quando trabalhava aos 13 anos para uma loja de alta costura do Largo da Carioca.
Poucas semanas antes da viagem eu adquirira uma bicicleta da marca 'Monark', com duas cores. Nossa família, pouco depois de chegar ao Rio de Janeiro foi para pensão em que estávamos no bairro de São Cristóvão. E em um sonho-visão, foi revelado a minha mãe uma casa com escadaria que iríamos morar. E então ela saía com meu pai em busca dessa casa, até que a reconheceu num sobrado, na Rua Marquês de Abrantes, esquina com a Praia de Botafogo.

A casa fôra alugada para um português, chofer de táxi, e como nela havia um quarto independente, ele resolveu sublocar o restante da casa, que possuía mais três quartos, além de sala, banheiro, cozinha e área de serviço nos fundos. Minha mãe contou a ele que sonhara com aquela casa, mas na escadaria, vira uma mulher com uma criança. Ele se surpreendeu, e foi buscar uma foto da esposa que falecera de parto, e minha mãe a reconheceu...

Percebo agora que aquele sobrado era abençoado pelos Anjos da Sincronicidade, pois serviria de ponte para um reencontro de Almas. Ele se situava defronte a Praça Almirante Tamandaré, na Praia de Botafogo, onde eu costumava dar voltas com minha bicicleta, nas horas de folga do trabalho. E na véspera da viagem, manhã de sábado, veio-me repentino impulso de ir lá com a bicicleta...
Ali havia também um playground com balanços para as crianças, e enquanto em dava voltas pela praça, notei uma baby-sitter loura de olhos azuis cuidando de uma criança que olhava em minha direção, cada vez que passava por ali. Como eu estava sem namorada e pensando estar interessada em mim, fui abordá-la... Descobri, porém que sua atenção fôra atraída pela bicicleta, e me desarmou ao dizer: "Sua bicicleta é igualzinha à que tenho em Nova Friburgo, da mesma marca e cores!"

Na época, nada sabia do valor das "coincidências significativas", senão teria ficado alerta. Só na idade madura, Carl Jung em 'O Segredo da Flor de Ouro', despertou-me para ficar atento a lei da Sincronicidade e aos "agentes espirituais", que hoje chamo de Anjos da Sincronicidade, por serem muitas vezes agentes dessas co-incidências...

Para encurtar a história, falei que estava saindo em viagem e dei-lhe meu cartão com o número de meu telefone pessoal, pedindo que me telefonasse duas semanas depois para nos reencontrarmos. Eu não pretendia nenhum compromisso sério; queria apenas desfrutar de sua companhia feminina...
Em Vitória, à véspera de votar ao Rio de Janeiro, minha irmã insistiu em levar-me numa amiga que colocava Cartas de Tarô. Ela achava que eu estava na boa idade para casar (23 anos), tinha o salário razoável do cargo de confiança que exercia numa grande estatal - Cia. Siderúrgica Nacional, onde eu adentrara em 1950 através de concurso público. E achei a ideia de minha irmã absurda, mas me pareceu estar mais curiosa do que eu, em saber com quem me casaria, ao consultar aquelas Cartas.

Eu desconhecia também que "agentes espirituais" transmitem mensagens e orientações através de oráculos, como o Tarô e o 'I Ching'... Mas, dado a insistência de minha irmã, aceitei, sem jamais imaginar que os Anjos da Sincronicidade estavam atuando por trás disso, e que receberia informes que poderiam mudar o rumo de nossas vidas...

A jovem pitonisa de Apolo em Vitória, aparentava cerca de 30 anos de idade, e ao saber a razão da consulta se dispôs de imediato a atender-nos. Embaralhou as Cartas, retirou três do meio e as colocou sobre a mesa. Ela era bastante intuitiva e certamente não sabia que seria então instrumento dos "agentes espirituais"... Na primeira Carta que leu, adiantou-me textualmente:
"Você já conheceu (!) ou vai conhecer uma mulher loura de olhos azuis e com ela é que irá se casar". (Na hora nem lembrei daquela loura baby-sitter). "Ela trabalha numa grande cidade e sua família mora no interior. Primeiro, serão separados por uma longa viagem, e nesse ínterim, trocarão cartas assíduas até chegar a uma carta por semana. Na volta dessa viagem vocês irão se casar"...

Na minha Insensatez Juvenil, como diz o 'I Ching' eu a atalhei para dizer que "estava tudo errado". Eu apreciava as louras, mas pretendia casar com mulher morena; não gostava de escrever cartas e muito menos de namorar à distância... Ela sorriu, condescendente com a minha ignorância, dizendo que não era ela, e sim o oráculo das Cartas.

Pegou a segunda Carta e disse taxativamente: "O esta carta confirma que será com ela que irá se casar"... Olhou-me nos olhos, com olhar profundo para complementar, "Vocês serão muito felizes, mas por pouco tempo, logo a seguir ela morrerá"...

A informação não me abalou, porque continuava não acreditando... Ela pegou a terceira Carta e revelou que eu voltaria a dar continuidade aos estudos" - (por forças de circunstâncias de trabalhar durante o dia e ter de estudar à noite, eu desistira de fazer a Faculdade). Ela "viu" o anel de formatura e me disse que, na terceira etapa de minha vida, já realizado profissional e financeiramente, eu me casaria com uma mulher morena rica, ampliando ainda mais o meu patrimônio,  e com ela seria também muito feliz".

Essa previsão me surpreendeu, não que desejasse casar com alguma mulher rica, mas decidira fazer tudo para que minha futura família não precisasse passar fome nem lutar pela sobrevivência, como nos acontecera durante a infância no interior. E não entendia como tal secreta decisão, podia ser agora revelada através daquelas Cartas... 
Voltei para o Rio e não sei se foi minha descrença ou meu ser interior que por alguma razão, fez-me esquecer a previsão do Tarô. Mas, a tal moça loura me telefonou pouco depois e iniciamos um namorico, sem maiores intenções de ambas as partes. Não imaginávamos que estava acontecendo um Reencontro de Almas.

Embora nem lembrasse mais do que me havia sido descrito, as coisas começaram a fluir para além do controle de meu ego. Fui sincero ao dizer-lhe que aguardava sentir grande paixão por uma morena, para me casar. Ela estava então com 29 anos e eu com 23 nesta veste física. Achou graça da minha sinceridade, revelando não ter mais tal ilusão, porque já vivenciara isso como um fogo devorador que deixa para trás apenas sofrimento e cinzas. E acrescentou: "Se eu fosse casar, procuraria um amor tranquilo como um lago nas montanhas"...

Abreviando nosso relato, ela partiria em seguida para os EUA e despediu-se de mim como bons amigos, deixando dois endereços onde seu patrão milionário (um brasileiro sírio-libanês exportador de pedras preciosas), hospedava-se sempre: um hotel de luxo de Nova Iorque, com frente para o Central Park, e também o de Los Angeles, em Beverly Hills...
Começamos  a troca de cartas  como bons amigos, seis meses depois eu já a conhecia melhor e, percebendo suas raras qualidades de alma, decidi escrever-lhe pedindo-a em casamento. Quando comecei a carta nessa intenção, foi como se uma venda caísse de meus olhos. A moça loura de olhos azuis, trabalhando numa grande cidade (Rio) e a família morando no interior (Nova Friburgo); o afastamento  por uma longa viagem (EUA), as cartas que chegavam a cada duas semanas, uma para lá outra para cá, como antecipara o Tarô - e eu a estava pedindo em casamento!

Encurtando a história: Assim que ela voltou e foi passar o aniversário dela dos 30 anos com os pais, eu subi a Nova Friburgo e oficializei o pedido, em 28 de outubro de 1953, e logo depois nos casamos no registro civil em 17 de dezembro daquele ano. Nós dois não pretendíamos no religioso, mas para atender nossas famílias, foi feita essa cerimônia no dia seguinte, na Igreja do Outeiro da Glória ...
Seis meses depois, no dia 16 de junho de 1954, grávida de poucos meses ela sentia-se tão mal que chegava a desmaiar e fui instruído por um médico amigo a quem recorri a pedir uma ambulância de emergência para ela porque corria risco de vida.

Estávamos morando então provisoriamente na casa de meus pais em Botafogo, pois eu comprara um apartamento em construção e aguardávamos ficar pronto para mudarmos. Contara a ela parte da previsões do Tarô e omitira a possibilidade de sua morte logo depois de casada, porque eu queria uma companheira para a vida toda...

Nessas horas difíceis, nossos anjos da guarda logo nos vêm prestar socorro, mas eu nada sabia disso. E pela graça divina a ambulância veio de imediato. Partimos a toda velocidade com a sirena ligada pedindo para abrir-lhe caminho -, o som estridente da sirena, repercutiu na minha mente, durante anos -, enquanto o veículo percorria as ruas rumo ao Hospital Municipal Souza Aguiar, na Praça da República - Centro do Rio de Janeiro.
Lembro-me ainda como se fosse hoje; atravessávamos o Largo da Lapa quando ela, a voz enfraquecida, se despediu mim: "Eu sabia que você queria muito um filho, e não lhe disse nada. Mas, desde que engravidei tive o pressentimento de que morreria desse filho. Vou despedir-me de você aqui pois sei que não nos veremos mais"...

Eu estava arrasado, mas senti forças que vinham de dentro de mim para dizer-lhe, com voz firme: "Tire isso da cabeça, porque não vai acontecer!" Mas, assim que adentrou o Pronto Socorro viram a seriedade do caso e a levaram imediatamente para Sala de Operações.

Nessas horas difíceis, perde-se a noção de tempo, e quando o médico desceu dirigiu-se a mim com voz acusativa: "Se você tivesse demorado mais dez minutos, ela estaria morta!" E balbuciei nem saber qual era o caso dela, e então me disse que se tratava de hemorragia interna devido a prenhez tubárea; o feto ficara preso na trompa e à rompera; e o sangue já começara a coagular-se. Que eu voltasse para casa e me preparasse porque ele não podia garantir nada... (Dado a gravidade do caso, ele estava convicto de que ela não sobreviveria)...
Não consigo me lembrar de como voltei para nossa casa, próxima da Enseada de Botafogo... No entanto, eu não conseguia dormir e rolava na cama; um filme se desenrolando na minha cabeça e mostrava os fatos desde o início: o encontro na praça, as previsões do Tarô antecipando sua viagem, o casamento e a morte pouco depois. E decidi então orar pedindo pela sobrevivência dela. 

Foi minha primeira conversa direta com Deus; eu disse que Ele sabia o quanto me preocupava em adquirir coisas materiais devido a luta pela sobrevivência enfrentada desde a  infância, mas depois que reconheci a verdade do que ela me dissera que valorizava as pessoas, não pelas posses materiais (em seu trabalho, ela convivia com milionários), e sim pelas qualidades de caráter, bondade, sinceridade, honestidade e sentimento de amor. O que possuímos fora de nós, um ladrão pode nos tomar, mas nossa posse interior é algo inalienável e ninguém poderá furtá-la... Com sua influência espiritual e exemplo, minha noção de valores mudara radicalmente.

Orei então um Pai-Nosso do fundo de minha alma, com esse pedido e houve uma resposta inesperada: Fluiu do âmago do meu coração uma luz, como de um projetor de cinema na tela; a luz configurou dois caminhos diante de mim, um à direita e outro à esquerda. Não ouvi vozes, mas "eu sabia" estar numa encruzilhada da vida: o da direita era a via horizontal, com seus valores materiais, mostrado nas Cartas do Tarô; o outro era espiritual, o Caminho que nos direciona para o Alto...
"Você é levado em sua vida pela criatura viva interior, o ser espiritual brincalhão que é o seu verdadeiro Ser"... ('Ilusões', p. 55. Richard Bach. Record. 1977).

Para criar a possibilidade da sobrevivência dela, eu teria que renunciar a todos os bens que viria na via horizontal. Foi uma incrível experiência, pois eu sentia fortemente que aquelas posses materiais já me pertenciam como uma herança inalienável. Mas, caso optasse pelo Caminho espiritual, nele descobriríamos porquê fôramos colocados juntos nesta existência... E não titubeei; escolhi na hora a via espiritual e, talvez por reminiscência, fechei a opção feita com o poderoso mantra que neutraliza a vontade do ego: "Que seja feita a tua vontade Senhor, e não a minha!".

Paralelamente, nessa mesma noite minha parceira viu-se do "lado de lá" diante de um Caminho que se perdia no infinito. E ouviu a voz de um "agente espiritual", invisível, lhe dizer: "Vamos, caminhe, o que está esperando?" Ela não sentia mais as dores físicas, nem ligação pessoal com mais nada, família, raça, etc. própria da nossa Consciência Divina. Mas, percebeu que havia certo fio que ainda ligava sua alma à Terra. O fio provinha da minha oração pedindo pela sua sobrevivência...
Você poderá saber a continuidade deste nosso relato, na próxima semana... (Campos de Raphael).
    
O Simbolismo Espiritual das Flores:
Flores e rosas têm um simbolismo espiritual especial; o budismo usa a flor de lótus, para representar a iluminação de Buda, enquanto a Rosacruz Áurea utiliza a rosa amarela como símbolo do reino áureo do homem divino original"...

E para ampliar a consciência:
Mantenha sempre aberta a Janela de sua Alma!

"Quem é Você... Realmente?!" - 'Who You really are?!'
A verdade sobre quem você é está além de qualquer conceito sobre quem você é, por mais ignorante ou esclarecido, inútil ou grandioso [que se julgue ser]. A verdade sobre quem você é está livre de tudo isso...


Física Quântica & Novas Formas de Olhar - Lynn McTaggart:

MENSAGEM DE PAZ: 'O Mundo Maravilhoso' - (Fotos de mary maestri).

'Conhece-te a Ti Mesmo e Escolha a Paz!' - (Gangaji).
[Repassado por http://anjosensinosluz..blogspot.com/]

Dicas de Raphael & Seus  'Anjos de Cura':
Você ainda desconhece, o que no seu corpo acontece?!

'Bicos de papagaio', dores de coluna, articulações, pedras nos rins? Pode ser carência de magnésio no organismo! Veja o segredo médico revelado pelo experiente Clínico, Dr. Luiz Moura:
1º. O Cloreto de Magnésio. (Dr. Luiz Moura).
2º. Magnésio & Arte de Viver – Pró-Rim.
3º.  ‘Vitamina D – A Cura Proibida’. 
.  'O Milagre de Gerson'. 

PROCESSOS DE CURA, SAÚDE & MEIO AMBIENTE 


 'Hino Celta ao Amor,à Amizade e Bênção'
Click e veja tb.:


Click nos Anjinhos abaixo & conheça: 
 Abraço Angelical - Seja Bem-vindo!
Que o Senhor da Vida e seus Anjos:
"Sejam lâmpadas para os pés à iluminar vosso Caminho!"
 "A Divindade em mim, saúda a Divindade em você!"
Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).
 Rio das Ostras/Rio de Janeiro. 25 de dezembro de 2015 ].