domingo, 9 de fevereiro de 2014

Terapia de Vidas Passadas (TVP) – Voltar no Tempo. (Célia Resende).

(*) Antes de nascer, você eu já vivemos. E o 'Oráculo Angélico' revela, através de características de nossos Anjos da Guarda pessoais, o que viemos fazer neste "campo quântico de possibilidades": expandir a consciência da "criança divina" -, 'Deus em nós', o Self imortal. Mas esquecemos nossa origem divina ao adentrar a veste física, qual a missão escolhida e as lições a ser apreendidas no embate das "forças dos opostos"... NOTE BEM: Embora a infância seja pré-determinada, é-nos dado mudar o rumo da vida, na adolescência e vida adulta - para o 'bem' ou o 'mal'; para baixo ou o Alto... "Destino" é fruto de tudo aquilo que, no hoje vivente, você escolhe! (Campos de Raphael).

 Mensagem de Aniversário.
Guardião do Dia: 'CAVAKIAH' = "Deus da Palavra". Protege as datas de 09/02, 23/04, 05/07, 16/09 e 28/11. Este anjo é invocado para estar em paz com todos, eliminar as forças de pessoas que querem nos ofender e para ajudar na reconciliação. Domina os testamentos, os herdeiros e as partilhas de modo amigável. Mantém a paz e a harmonia nas famílias. Quem nasce sob esta influência é um grande colaborador para o bem estar social. Ama viver em paz com todos e ver as pessoas reconciliadas. Sua moral está sempre sob rígido controle. Tem mentalidade prática e capacidade para tomar sábias decisões. Atento aos detalhes, fala de maneira discreta e agradável, sem utilizar a força para se fazer entender. Terá riquezas e ajudará a promover assuntos ligados à medicina e à espiritualidade. Seu trabalho diário será árduo, cheio de novidades, devendo ter cuidado para não ser austero e exigente demais para consigo próprio... Relações públicas ou sociologia serão carreiras adequadas para as pessoas nascidas nesta data. Podem trabalhar também em projetos sobre ecologia e educação"...
'POTÊNCIAS': "Categoria de Anjos que protege a procriação e a perpetuação das mais diferentes espécies vivas no Universo. O Arcanjo Camael é o seu Príncipe. Aqueles indivíduos cujas datas de nascimento são regidas por anjos desta categoria são pessoas extremamente justas, pois conseguem ver as coisas sob ângulos diferentes. Dotadas de rara sensibilidade afetiva, demonstram sempre carinho e cordialidade para com os seus semelhantes. Não admitem situações de injustiça, nem são apreciadores da superficialidade, pois possuem inteligência viva e percepção rápida... As pessoas regidas pelos anjos da qualidade Potência, têm como vocação fazer aflorar nas outras a facilidade de viver sem problemas, com autoconfiança e otimismo". Clic e saiba mais: 'Cavakiah'. 35º Anjo. Categoria 'Potências'. [Fonte: viverempaz.com].

Terapia de Vidas Passadas (TVP) – Voltar no Tempo.
 
“A mente humana parece estar estruturada por três tipos de memória: factual, hábil e integral. A factual contém os registros de curto prazo desta vida, as lembranças momentâneas, como o texto decorado por um ator para um comercial de tevê, ou a matéria sem interesse decorada para os exames de fim de ano”...

Já a memória hábil corresponde ao aprendizado adquirido por práticas repetitivas, com andar de bicicleta, o aprendizado profissional, pilotar avião ou tocar piano.

Por último, temos a memória integral, que mantém o registro do conhecimento adquirido em todas as existências passadas, formando o acervo completo das personalidades das reencarnações anteriores até a vida atual...
  
Gilda, cientista social, sofria de excessiva timidez. Ao reviver com intensidade o momento de sua morte numa existência passada, pouco a pouco foi adquirindo mais coragem de se expor. Constatar que sua consciência permanecia viva após a experiência de morte do corpo físico diminuiu a sensação de fragilidade que sentia, aumentando a sua autoconfiança. Vamos acompanhar um pouco a sua experiência com a regressão a vidas anteriores:

"Agora sou um menino, e estou no campo onde vejo várias tendas feitas em couro de ovelha e uma estaca de madeira ao centro que serve como estrutura de sustentação. No interior, bem ao centro, uma mesa rústica e, sobre ela, uma cuia de madeira escura”...

Vivo com minha família, minha mãe, pai e irmãos. O chão da tenda é de areia. Para dormir, espalhamos sobre ela panos e pedações de couro”.

Como podemos lembrar detalhes de existências pretéritas com tanta nitidez é a pergunta que muita gente se faz, tentando uma melhor compreensão do processo de memória...


 
Imaginemos congelados no tempo os registros tanto desta como de outras vidas, como uma partitura à espera de um músico para expressar-se. Então, quando sofremos algum estímulo, ela emerge do inconsciente, despertando uma realidade adormecida, que se manifesta pelos sentidos visual, olfativo, tátil, auditivo e gustativo.

Existem na memória núcleos que registram nossas vivências com detalhes. Para melhor compreendê-los, devemos considerar duas zonas: a memória inconsciente, que registra as experiências da vida atual; e a memória inconsciente do passado que registra as experiências de outras vidas. Em ambos os casos, quando fatos da vida atual reestimulam vivências negativas, surgem sérias desordens comportamentais.

O campo aberto para a psicologia transpessoal teve início em 1929, com Otto Rank, e não exclui nenhuma corrente da psicologia, mas amplia o conhecimento da consciência humana para além dos limites conhecidos.

Pela regressão da memória pode-se reviver o trauma em mais de um nível da psique ou faixa de consciência. Uma experiência traumática na infância pode ser liberada e a pessoa continuar mantendo forte conteúdo emocional bloqueado. Aprofundando um pouco mais o nível de memória atinge-se a vida intrauterina, liberando os traumas adquiridos durante a luta e a travessia pelo canal de nascimento. Mas, muitas vezes, só conseguimos um bom resultado na terapia, se aprofundarmos até uma ou outras vidas, onde se encontra a origem do sintoma...


 
E onde fica a memória passada que contém as vivências de outras vidas?

- Fora do terreno da personalidade, no campo energético chamado psicossoma, ou perispírito – um corpo energético que reflete as vibrações positivas e negativas provocadas por nossos pensamentos.

Esse campo emocional se situa entre a periferia do corpo físico e a do espírito. Funciona como se fosse uma ponte, uma zona intermediária entre o corpo físico e o espírito, que continua existindo após a morte e carrega o registro de todas as nossas vivências. Podemos compará-lo a um disquete de computador sofisticado que contém imagens, sons, sentimentos e as impressões vividas desde o início de nossa existência terrena.

Os registros das vivências não se encontram gravados no cérebro [físico], que é apenas o instrumento receptor e transmissor, como o computador ou aparelho de tevê. Esses registros estão armazenados no corpo extrafísico que permanece após a morte. Assim, sem o corpo físico, ou seja, sem o invólucro, a consciência precisa reencarnar para dar continuidade ao seu aprendizado no mundo material.

Quando esses núcleos traumáticos estão sendo atingidos, fazem emergir alguma vivência de dor e, para se proteger, o paciente utiliza mecanismos inconscientes de defesa, desviando a sua atenção para outro momento da experiência ou deixando a imagem desaparecer; e até mesmo adormecendo durante a terapia.

O processo terapêutico procura atingir as energias bloqueadas em outras vidas, que se mantêm em núcleos traumáticos no inconsciente. Quando atingem esses núcleos, essas energias são liberadas gradativamente, de acordo com os mecanismos de defesa do paciente.

As vivências são trazidas fragmentadas para a zona consciente, necessitando de que o terapeuta tenha profundo conhecimento dos mecanismos de defesa e sensibilidade para captá-los. Dessa forma estará apto a sinalizar comandos adequados que possam trazer mais informações do inconsciente, e ajudar a pessoa a organizá-las de maneira linear e, assim, melhor compreender o fato revivido...



Para fazer escoar os núcleos das vivências negativas, é necessário desloca-las para a zona consciente [ou seja, integrá-las à consciência], possibilitando a catarse, indispensável ao processo terapêutico. Expelidas as energias negativas [inconscientes] geradas pela vivência ocorrida em época pretérita, surgem verdadeiras descargas de energia no corpo físico, sob a forma de dores, contrações, tremores, suores, entre outros sintomas decorrentes de expansão da consciência.

Quando a consciência ultrapassa os limites da realidade física, atingimos então as diversas fases da memória integral, onde se encontram os registros inconscientes das vidas anteriores, inclusive os períodos entre uma vida e outra. Assim que o paciente penetra na vivência passada, passamos a solicitar percepções físicas, para trazer à memória os cinco sentidos, utilizados em determinada reencarnação.

Tudo o que vivemos é percebido por nosso corpo físico através dos cinco sentidos, e essa programação é transferida para as células do corpo da reencarnação seguinte, que contém a nossa história pessoal e genética.

Para atingirmos esses registros, levamos o paciente da voltar no tempo, através de um estado alterado da consciência. Tira-se então sua atenção da realidade física, usando-se técnicas de respiração, relaxamento, cromoterapia mental, visualização criativa e harmonização dos chakras...



Os chakras são centros de força e contêm os registros de toda a nossa existência n a Terra.  Com a respiração consciente, direcionamos a mente a um estado de serenidade e ativamos os chakras para melhor acessarmos a memória integral.

A respiração consciente ajuda a restabelecer a ponte entre a personalidade atual e o espírito ou consciência integral. Quando o bebê se desliga do corpo da mãe através do corte do cordão umbilical, seu primeiro ato é inspirar, rompendo a dependência de seu espírito com o corpo materno. Começa então sua jornada em direção ao mundo exterior. Da mesma forma, ao morrer, o ser humano desliga-se do mundo físico dando o último suspiro, e iniciando sua jornada em direção ao mundo espiritual.

Assim, para manter a boa conexão com o espírito, é importante corrigir a respiração, ampliando a captação de energia vital e eliminando as toxinas filtradas do organismo. Ao expirar, estamos eliminando não apenas as toxinas físicas, mas todos os resíduos emocionais e mentais, acumulados durante a trajetória de muitas vidas passadas.

Devemos ainda utilizar a energia do pensamento, criando imagens positivas e cores que atuam diretamente sobre os chakras e, a partir destes, sobre os órgãos de todo o corpo. A harmonização interior facilita a comunicação entre os corpos físico e mental, permitindo que o processo de cura se instale...


 
À medida que a consciência vai se expandindo para além dos limites da realidade física, algumas pessoas costumam sentir seu corpo ou parte dele adormecido. Às vezes, sentem como se estivessem fora do eixo de equilíbrio e têm a impressão de estar inflando como um balão. Muitos percebem uma cópia – mais leve e sutil – do seu corpo girar ou virar para trás, numa ou mais cambalhotas, desdobrando-se e locomovendo-se fora do campo da gravidade.

Tive a oportunidade de trabalhar com profissionais de diversas áreas: médicos, enfermeiras, advogados, donas de casa, dentistas, engenheiros, publicitário, artista plástico, professores, estudantes, atores, jornalistas, freira, ex-padre, ex-seminaristas, músicos, bailarina, psicóloga, geóloga, motorista de táxi, funcionário público, bibliotecária, comerciante, aposentados, executivos, bióloga, telefonista, piloto de avião, aeromoça...

“Apesar dessa variada gama de experiências, diferenças e condicionamentos, todos tinham um ponto em comum: atitudes semelhantes e os mesmos anseios diante dos mistérios da vida e da morte”. [Cf. ‘Terapia de Vidas Passadas’, p. 131/37. Célia Resende Nova Era]. (*).
(*) A Terapia de Vidas Passadas (TVP), diferente da psicanálise, não se limita a esta vida. Célia Resende, traz a experiência vivida em seu consultório no Rio de Janeiro. Estudou parapsicologia, projeciologia e regressão de memória; desde 1994 dedica-se integralmente à psicoterapia. Em ‘Terapias de Vidas Passadas’, ela discute as bases científicas dessa prática terapêutica, sustentando a importância da regressão em dimensões espaciais entre vidas, pois a consciência passa mais tempo nas esferas espirituais, do que encarnada...



 Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).