terça-feira, 17 de julho de 2012

OS DOZE MANDAMENTOS ESPIRITUAIS DE JESUS. (Extraído de 'O Evangelho dos Doze Santos').

"Moisés vos deu os Dez Mandamentos segundo a carne; e vos dou os Doze Mandamentos segundo o Espírito"... ['O Evangelho dos Doze Santos', cap. 46].

Transfiguração Sobre o Monte: A Dádiva da Lei
 (Extraído de ‘O Evangelho dos Doze Santos’, cap.460).
[Cf. e compare com o Evangelho de Lucas, 9.28-35]
.
1. Seis dias depois, estando próxima a Festa dos Tabernáculos, tomou Jesus consigo os doze e os conduziu em particular a um alto monte. E, estando ele a orar, transformou-se a aparência de seu rosto, e transfigurou-se diante deles, e seu rosto resplandeceu como o Sol, e sua veste ficou branca com a luz.

2. E eis que apareceram-lhes Moisés e Elias conversando com ele, e falavam da Lei, e da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém.

3. E falou Moisés, dizendo: “O Eterno enviar-vos-á dentre os vossos irmãos um profeta assim como me enviou, e aquilo que o Eterno lhe disser, ele vos dirá, e a ele ouvireis; e os que não obedecerem trarão sobre si mesmos a sua própria destruição”.

4. Então disse Pedro a Jesus: “Mestre, bom é que nós estejamos aqui; se queres, deixa-nos que façamos aqui três tabernáculos: um para ti, um para Moisés, e um para Elias”.

5. E estando ele [Pedro] ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu com sua sombra. E da nuvem saíram doze raios semelhantes ao do Sol, e uma voz que dizia: ‘Este é o meu Filho amado, em quem Eu me comprazo; escutai-o’.

6. E os discípulos ouvindo isto, caíram sobre seus rostos, profundamente assombrados. E aproximando-se Jesus tocou-lhes, e disse: “Levantai-vos e não tenhais medo”. E erguendo eles os olhos, ninguém viram senão unicamente a Jesus. E os seis esplendores foram vistos sobre ele.

7. E disse-lhes Jesus: "Vede uma nova Lei vos dou, que não é nova, mas velha. Assim como Moisés deu a Israel segundo a carne os Dez Mandamentos, assim também eu vos dou os Doze para o reino de Israel, segundo o Espírito".

8. “Pois quem é o Israel de Deus? São aqueles de todas as nações e tribos, que obram segundo a equidade, o amor e a misericórdia, e guardam os meus mandamentos; estes são o verdadeiro Israel de Deus”. E levantando-se falou Jesus, dizendo:

9. “Ouve, ó Israel: Jeová teu Deus é um; muitos são os meus videntes e profetas. Em mim todos vivem e se movem e têm a sua existência”...

Os Doze Mandamentos Segundo o Espírito

  .” Não tirareis a vida de nenhuma criatura para a vossa satisfação, nem para o vosso proveito, nem ainda atormentá-la-eis”.

 2º. “De ninguém roubareis os bens, nem ajuntareis propriedades e riquezas para vós mesmos, além da vossa necessidade e uso”.

 3º. “Não comereis carne, nem bebereis o sangue de qualquer criatura sacrificada, nem ainda algo que traga desordem à vossa saúde e sentidos”.

 4º. “Não realizareis matrimônios impuros, onde não houver   amor e saúde, nem ainda corrompereis a vós mesmos ou a qualquer criatura tornada pura por aquele que é santo”.

 5º. “Não prestareis falso testemunho contra ninguém, nem a ninguém enganareis intencionalmente, mediante uma mentira, a fim de prejudicá-lo”.

 6º.”Não fareis aos outros àquilo que não gostaríeis que vos fizessem”.

 7º. “Adorareis ao Eterno, o Pai-Mãe no Céu, de quem são todas as coisas, e reverenciareis ao santo nome”.

 8º. “Honrareis vosso pai e vossa mãe sobre a Terra, cujos cuidados são para vós, e a todos os mestres da equidade”.

 9º. “Estimareis e protegereis os fracos e os oprimidos, e a todas as criaturas que sofrem a injustiça”.

10º. “Executareis com as vossas mãos as coisas que são boas e dignas; portanto, comereis os frutos da terra, e vivereis por longo tempo”.

11º. “Purificar-vos-eis diariamente e descansareis do trabalho no sétimo dia, santificando os sábados e as festas do vosso Deus”.

12°. “Fareis aos outros àquilo que gostaríeis que vos fizessem”... [Ω].


22. E os discípulos ouvindo estas palavras, bateram no peito, dizendo: “Perdoai-nos, ó Deus, onde tivermos ofendido, e possa a tua sabedoria, amor e verdade em nós, inclinar nossos corações ao amor e à obediência desta santa Lei”.

23. E disse-lhes Jesus: “Meu jugo é suave, e meu fardo leve, e se o quiserdes carregar, isto ser-vos-á fácil. Não depositeis nenhum outro fardo sobre os ombros daqueles que entram no reino mas apenas estas coisas necessárias.

24. “Esta é a nova lei ao Israel de Deus, e a lei está dentro, pois é a lei do amor, e esta não é nova, mas velha. Cuidai para que não acrescenteis nada a esta lei, nem que dela retireis coisa alguma. Em verdade eu vos digo que aqueles que creem e obedecem a esta lei serão salvos, e os que a conhecendo não a obedecem perder-se-ão”. [Ω].
[Extraído de ‘O Evangelho dos Doze Santos’, Capítulo 46; p. 184/86. Editora Rosacruz-Áurea. 1985]. (*).
(*) Nota ®: ‘O Evangelho dos Doze Santos’, conhecido também como ‘O Evangelho da Vida Perfeita’, na edição em alemão, provém de manuscritos apócrifos em aramaico, língua que Jesus falava. Esse evangelho foi preservado num mosteiro budista na Índia, para não ser destruído; e em 1881 entregue a um reverendo anglicano, estudioso do aramaico, que o editou em Londres, em 1902.

E se você for leitor atento, entenderá porque esses “Doze Mandamentos segundo o Espírito”, foram extirpados da Vulgata, a Bíblia oficial. A trágica história secular de perseguições, torturas e mortes na fogueira dos monges cristãos cátaros e Joana D’Arc, contrariam todo o ensino compassivo de Jesus Cristo...

Dan Brown descreve algo desses fatos históricos, em seu ‘O Código Da Vinci’Na verdade, mais de 80 manuscritos dos primórdios da era cristã foram destruídos a partir de 325 d.C., após a adaptação  de quatro evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas, João, e o Apocalipse de João, para o 'Novo Testamento'. Infelizmente, muitas passagens nele foram deturpadas, distorcidas ou extirpadas, para atender aos interesses políticos-doutrinários de Constantino e da Igreja.  

Com a destruição dos antigos evangelhos para prevalecer a versão oficializada nos concílios, ensinos fundamentais de Jesus ficaram perdidos durante séculos; somente na década de 40, quando se começou a desenterrar manuscritos preservados em vasos no Mar Morto e em Nag Hammadi no Egito, a Verdade voltou a brilhar. E 'O Evangelho dos Doze Santos' também nos resgata alguns desses ensinos originais, como este "Doze Mandamentos Espirituais".  

"O Arcanjo Raphael liberta Pedro da prisão".  

O Evangelho dos Doze Santos’ é reconhecido, aliás, por conter em essência, o amor, a sabedoria e a compaixão, reveladas pelo Ensinamento Universal pregado por Jesus. E pode ser uma luz no Caminho para os que sinceramente buscam a eterna Verdade genuinamente cristã ensinada por Jesus Cristo. [Ω].
 
Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).