sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

AS 'SETE IRMÃS' DA TERRA - AS PLÊIADES. (Gary Kinder).

"Os Pleiadianos de hoje não foram 'creados' nem nasceram nos planetas pleiadianos; são originários de planetas dos Sistemas de Lyra e de Vega. Também não foram 'creados' ali; seus ancestrais vieram de outros planetas do espaço. Aqueles viajantes estelares, os ancestrais de nossas raças, vieram de muitas maneiras de outros sistemas estelares... E quando estes seus ancestrais chegaram ao seu planeta [Terra], já haviam humanos que se desenvolviam aqui"... (Informes da pleiadiana Semjase a Billy Meier).
 Seja Bem-vindo! - Welcome! - Bienvenido!

 Click nos Sete Arcanjos e veja o que seu Anjo da Guarda revela!
(*) Acorde! 'Caminhante das Estrelas': 
"Antes de reencarnar na Terra, você fez um plano do que pretendia alcançar... Dentro desse plano, fez contratos com todas as pessoas de sua vida: com seus pais, irmãos, irmãs, parentes e amigos. Eles o ajudam a passar por tudo o que planejou realizar nesta vida"... (Dolores Cannon. Hipnoterapeuta). - Dolores Cannon reafirma o que temos dito: antes de nascer cada um escolhe, a nível da Alma, sua via de desenvolvimento e as lições de vida no 'campo quântico das possibilidades' junto àqueles que está interligado por laços kármicos do passado. Ninguém nasce numa certa família ou circunstância por Acaso... Tudo faz parte do aprendizado constelado pelo ser interior imortal ('Self'), para nos dar oportunidades de expansão da Consciência Divina: "Nossa intenção é deixar que as pessoas sigam seu próprio caminho para encontrar a verdade espiritual eterna, que faça sentido dentro da sua experiência [de vida]... Gostaríamos que estas palavras chegassem até aqueles que estão abertos para essas verdades, que com elas se harmonizem e as usem para fazer brotar em si a ânsia pelo crescimento e o desenvolvimento interior"... (Anjo Ariel). ['Entrevista com um Anjo', p. 97. Pensamento]. (Campos de Raphael).

Você aniversaria hoje? Click nos Anjinhos!
 Anjos da Guarda: Click e veja o que o seu revela!


Escolha abaixo uma música que aquiete a mente e 'fale' ao seu coração... E a ouça durante sua leitura:

 Click-Foto: Coheça as Praias de Rio das Ostras!


 
As 'Sete Irmãs' da Terra - As Plêiades. (Gary Kinder).
“Um aglomerado compacto de milhares de estrelas, as Plêiades ficam na constelação de Touro, a quase 500 anos-luz da Terra. As estrelas principais têm um brilho branco-azulado, que se irradia iluminando nuvens de gás próximas”...

As Plêiades são jovens, muito jovens para que nelas tenha evoluído vida inteligente. Mas Eduard Billy Meier havia repetido claramente que os pleiadianos não se originaram de lá, mas apenas haviam emigrado para um de seus planetas, que prepararam a seu gosto.

As civilizações antigas registraram que as suas sete estrelas mais brilhantes foram no passado visíveis a olho nu, embora atualmente apenas seis sejam vistas. Alinhadas com o Cinturão de Órion e confundidas às vezes com as sete estrelas da constelação da Ursa Menor, o desenho das Plêiades, porém é mais compacto e parece envolvido por uma tênue névoa, o que inspirou Alfred Tennyson, poeta inglês da era vitoriana, a descrevê-la como parecendo “um enxame de vaga-lumes enlaçados em uma fita prateada”.

De todas as estrelas nesse belo enxame, a estrela 'Alcione' [o Sol central das Plêiades] é a mais brilhante, com um brilho mil vezes mais intenso de que o nosso Sol...
No livro ‘’Star Lore of All Ages’ (‘A Ciência das Estrelas em Todas as Épocas’), publicado em 1911, William Olcott escreveu:

“Nenhum grupo de estrelas conhecido pela astronomia tem despertado atenção geral como esse pequeno aglomerado de pequenas estrelas que conhecemos como ‘as Plêiades’. Em todas as épocas da história universal, elas foram admiradas e analisadas. Erigiram-se grandes templos em sua honra. Nações poderosas as veneram, e pessoas de diferentes lugares orientam seus negócios comerciais e agrícolas pelo nascer e ocaso desse conjunto de sete estrelas"...

Esse pequeno grupo, brilhando de modo tão tímido nas noites de outono do céu oriental, une as raças da humanidade em uma relação íntima mais do que qualquer outro elo, exceto o da natureza. Não é de admirar que elas tenham inspirado espanto e admiração universal e que dentro desse grupo de sóis o homem tenha procurado encontrar o próprio centro do universo”...
As lendas dos povos pré-incaicos que viveram no Peru falam sobre estrelas habitadas e de “deuses” que os visitavam, vindos das Plêiades. Escritos astronômicos da China mencionam esse grupo de estrelas já no ano 2357 antes de Cristo, adorado por jovens mulheres como as Sete Irmãs da Indústria.

Os gregos faziam o alinhamento dos templos com o seu nascimento e ocaso. No Egito, no primeiro dia da primavera, a passagem sul da Grande Pirâmide encaixava perfeitamente as Plêiades. Alguns eruditos chegam a afirmar que as sete câmaras desse enorme monumento foram inspiradas pelas sete estrelas visíveis desse aglomerado.

A festa da primavera comemorada a 1º de maio, o May Day, e a Festa Japonesa das Lanternas são remanescentes de antigos rituais em honra das Plêiades. Os índios Hopi chamam esse aglomerado de estrelas de Choo-ho-kan, Lar de Nossos Ancestrais. E uma lenda navajo afirma que os homens chegaram à Terra, vindos das estrelas, especialmente as Plêiades, e que nós continuamos a ser visitados por nossos parentes celestes...
Tentando explicar as aparentes coincidências entre os hábitos das culturas antigas e os das sociedades mais modernas, R. G. Haliburton escreveu na revista Nature Magazine, em 1981, sobre o culto universal das Plêiades. Ele observou que os samoanos do Pacífico Sul chamavam o seu pássaro sagrado de "Pássaro das Plêiades", e os berberes do Marrocos alegavam que o paraíso ficava nos céus, circunscrito nesse aglomerado.

Haliburton concluiu em seu artigo: “Mesmo que essa hipótese dos astrônomos pré-históricos e de alguns homens modernos da ciência, de que as Plêiades são o centro do universo, mostrasse ser infundada, estou convencido de que está próximo o dia em que os eruditos irão admitir que essas estrelas são o ‘Sol Central’ das religiões, calendários, mitos tradições e simbolismo das eras primitivas”...
Agnes Clerc, no livro The System of the Stars (O Sistema das Estrelas), publicado em 1907, chamou as Plêiades de ”o ponto de encontro nos céus, entre a mitologia e a ciência. O aspecto pitoresco e vívido das estrelas prendeu a atenção da humanidade, desde as eras mais remotas; há uma certa sacralidade relacionada a elas, cujo interesse pelos destinos da humanidade era considerada como íntimo e direto'...
“Embora as Plêiades não representem mais do que um ponto visível no céu noturno, nenhum outro grupo de estrelas foi mais mencionado na literatura e na mitologia das culturas do mundo, nos últimos 2.500 anos. E em todos os casos o pequeno aglomerado de sete estrelas foi caracterizado como feminino: as irmãs,as virgens, as donzelas, as deusas"... [Cf. ‘Anos-Luz’, p. 133/135. Gary Kinder. Editora Best-Seller. 1987. Título original: 'Light Years' . 1987].


Vídeos e/ou textos relacionados:
1. UFOs Contacto. Wendelle Stevens & Billy Meier.
2. UFOS. Documentary.  Billy Meier& Semjase. 


     

E para ampliar a Consciência:

Universo Divino em Expansão
"Nossas mentes são finitas, e no entanto, mesmo nessas circunstâncias de finitude, estamos rodeados de possibilidades infinitas, e o propósito da vida humana é apreender o máximo que pudermos dessa infinitude". (Alfred North Whitehead, matemático e filósofo). ['Para Além da Mente',  p. 22. Abril-Livros]. O macrocosmo é um oceano de energia em contínua movimento e seu fluxo impulsiona ao desenvolvimento miríades de seres em múltiplas formas. São partículas inteligentes da Suprema Divindade, trazendo latentes dentro de si qualidades de intuição, razão e livre-arbítrio... “Um dos princípios da experiência humana é o livre-arbítrio, a capacidade de caminhar livremente rumo ao seu próprio destino. Também existe a vontade divina, que atua no sentido de orientar vocês. Uma das maiores alegrias da vida é conjugar a vontade divina e o livre-arbítrio numa harmonia unificada”... (Anjo Ariel). [‘Entrevista com um Anjo’, p. 96. Pensamento]. “Assim como em cima, é embaixo” e, em nosso microcosmo, essas potencialidades têm a oportunidade de expansão de sua Consciência Divina, propósito maior por trás da existência nossa e de todos os seres, no campo quântico de possibilidades... (Campos de Raphael).

"Quem é Você... Realmente?!" - 'Who You really are?!'
A verdade sobre quem você é está além de qualquer conceito sobre quem você é, por mais ignorante ou esclarecido, inútil ou grandioso [que se julgue ser]. A verdade sobre quem você é está livre de tudo isso...

Física Quântica & Novas Formas de Olhar - Lynn McTaggart:

Maravilhoso' - (Fotos de mary maestri).

'Conhece-te a Ti Mesmo e Escolha a Paz!' - (Gangaji).
[Repassado por http://anjosensinosluz..blogspot.com/]

Dicas de Raphael & 'Anjos de Cura':
Você ainda desconhece, o que no seu corpo acontece?!

'Bicos de papagaio', dores de coluna, articulações, pedras nos rins? Pode ser carência de magnésio no organismo! Veja o segredo médico revelado pelo experiente Clínico, Dr. Luiz Moura:
1º. O Cloreto de Magnésio. (Dr. Luiz Moura).
2º. Magnésio & Arte de Viver – Pró-Rim.
3º.  ‘Vitamina D – A Cura Proibida’. 
.  'O Milagre de Gerson'. 


Você sabia? 
 "Os gatos curam doenças e protegem de cargas negativas".


AUTOCONSCIENTIZAÇÃO. PROCESSOS DE CURA & MEIO AMBIENTE .
 'Hino Celta ao Amor,à Amizade e Bênção'
Click e veja tb.:
"Dez Lições que Aprendi com os Anjos' - Doreen Virtue.

Click nos Anjinhos abaixo & conheça: 
 Abraço Angelical - Seja Bem-vindo!
Que o Senhor da Vida e seus Anjos:
"Sejam lâmpadas para os pés à iluminar o seu Caminho!"
 "A Divindade em mim, saúda a Divindade em você!"
Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).
 Rio das Ostras/Rio de Janeiro. 22 de Janeiro de 20165 ].