sábado, 9 de novembro de 2013

A Pena Branca de Anne & A Estrela da Crença em Si Mesmo. ('Anjos: Acreditar e Receber').


 
 “Dentro de cada um de nós existe um poder superior, que contém todas as respostas de que precisamos... Esse poder é nosso 'Anjo interior'. Na verdade, somos 'anjos em treinamento', e estamos na Terra  especificamente por causa da intenção divina de elevar-nos ao domínio dos Anjos”. (Emmanuel Swedenborg). [Cf. Anjos: Acreditar e Receber', p. 18. Larousse. 2008]
Os anjos apreciam música suave. Escolha abaixo. Minimize e reabra o portal. E ouça enquanto lê:
Guardião do Dia: ‘HEKAMIAH’ – ‘Deus Criador do Universo’. Este anjo protege os nascidos em 09/11, 21/01, 04/04, 16/06 e 28/08. “Favorece as pessoas que ocupam posições de comando, ajudando a combater os tratantes, obter vitória e libertar os oprimidos, Influencia a coragem e a fidelidade”. Quem nasce nessas datas, "tem uma aura natural de paz. Sua sinceridade é refletida através da nobreza e autoridade da sua personalidade e prestígio"...

Profissionalmente: "Pode fazer sucesso trabalhando no legislativo, corte suprema, justiça e, por sua grande facilidade em falar diferentes idiomas, em atividades ligadas à cultura. Poderá exercer também profissões relativas a finanças, mercado financeiro, jornalismo, relações públicas, comunicações ou aquelas ligadas à arte, beleza e estética". [Fonte: 'Anjos Cabalísticos' e 'A Magia dos Anjos Cabalísticos'. Monica Buonfiglio]. 


 Clic e saiba mais: HEKAMIAH - 16º Anjo. Categoria 'Querubins'.  Ou em:  viverempaz.com.

QUERUBINS': Os anjos desta categoria, em sua representação mais conhecida, são retratados pelos pintores renascentistas com o rosto de bebês, com asas, bochechudos, nus e sorriso sapeca nos lábios. "Aqueles que são regidos pelos querubins são sinceros e tentam sempre reconciliar as pessoas. São amigos verdadeiros e transparecem isso em seu comportamento". [Fonte: 'Anjos: Tudo o Que Você Queria Saber'. Claudia Maria Janssen. Universo dos Livros].
 Clic e conheça tb: 'portaldeanjos.blogspot.com/' 


 
 A Pena Branca de Anne - Aprender a Desapegar-se.
"Anne estava tendo enorme dificuldade para aceitar a morte de seu pai muito querido, Robert. A doença dele tinha sido dolorosa, e o vazio deixado no coração de Anne era grande. Uma maneira que ela encontrou de lidar com esse sentimento foi visitar diariamente sua irmã. Meses se passaram, e a tristeza, e a tristeza dela não cedia"...

Um dia, sua irmã sugeriu fazerem uma caminhada, e Anne concordou. As duas penetraram fundo na paisagem do campo e, de repente, viram uma árvore enorme e muito bonita. Anne ficou emocionada ao descobrir, em sua base, uma grande pena branca. Apanhou-a, colocou-a na bolsa e levou-a para casa. Prometeu guardá-la, confiante em que aquilo fôra um sinal dos anjos.

Cinco anos mais tarde, a vida de Anne estava num momento de grande confusão, e ela percebeu o mesmo estado de nervosismo, uma vez mais. Dessa vez, ela estava pestes a partir para uma viagem à região dos lagos.

Após arrumar as malas e limpar a casa toda, descobriu, para seu espanto, uma enorme pena branca sobre o pequeno tapete da cozinha, num  lugar que ela havia acabado de limpar. Apanhou-a e experimentou uma grande sensação de calma.

“Sabia que, uma vez mais, os anjos estavam por perto, quando ela mais precisava deles. Confiar nos anjos tornou-se uma parte importante da vida de Anne”... [Cf. ‘Anjos: Acreditar e Receber’, p. 88/89. Larousse].



A Estrela da Crença em Si Mesmo

“O universo sempre nos apoiará quando nos comprometermos com uma certeza e confiança, ilimitadas. Então, dentro de nós, encontraremos os recursos de que precisamos para passar a um campo de ação mais abrangente”. [Cf. Anjos: Acreditar e Receber', p. 21. Larousse. 2008]


“A crença em si mesmo é um dos elementos que compõem uma vida feliz. Para desfrutar de uma existência plena e positiva, e a fim de criar uma mudança benéfica no mundo ao nosso redor, precisamos primeiramente acreditar em nós mesmos”.

Se isso acontece, e se os anjos estão presentes para nos ajudar, o céu é literalmente o limite daquilo que podemos conquistar. No entanto, para poder alcançar a crença em nós mesmos, talvez tenhamos de trabalhar um pouco mais para mudar internamente.

A expressão “você é o que você come” talvez lhe soe familiar. Vamos dar um passo adiante, dizendo “você é o que você pensa”. A mente é uma ferramenta muito poderosa, pois tudo o que [pensamos] fazemos ou dizemos para por mudanças em prática, tem origem em um simples pensamento.

Assim, é importante identificar o que desejamos mudar ou conquistar na vida, pois as coisas acontecerão de acordo com aquilo que tivermos em mente. Para fazer com que nossos pensamentos levem a mudanças positivas, temos de baseá-los em uma poderosa crença em nós mesmos...

“Se você cometeu erros, há sempre uma nova chance... Você pode recomeçar no mento que quiser, pois o que chamamos ‘fracasso’ não é a queda, mas o estado de desânimo”. Mary Pickford. (Atriz. 1893-1979).


No entanto, nossas experiências passadas podem indicar que, de início, carecemos da convicção de que podemos atingir os nossos objetivos, e talvez precisemos deixar para trás certos padrões de pensamento negativo que nos impedem de progredir.

Se emitirmos vibrações positivas [e cada pensamento emitido libera certa energia a nosso redor], não só estaremos enviando as mensagens certas para os outros, como poderemos convencer a nós mesmos, no meio desse processo!

Para muitos de nós, quando as coisas começam a parecer meio difíceis, aqueles sentimentos de dúvida que nos são familiares ganham terreno dentro de nós. É nesse momento que precisamos afastar os pensamentos negativos de nossa mente e entender o conceito de que, se acreditarmos em nós mesmos, os objetivos que temos serão completamente realizáveis, e receberemos a ajuda necessária para alcançá-los...


Quais são seus objetivos na vida? Eles estão relacionados à sua carreira? Sua vida pessoal está merecendo atenção especial? Uma vez que tenha objetivos claros em mente, você poderá trabalhar para atingi-los. O processo demanda paciência e alguma perseverança, como você verá neste capítulo – afinal, se você duvidou de si mesmo por muitos anos, talvez leve um tempo para recuperar a crença em si mesmo.

E afim de se automotivar, pare um momento e considere a seguinte pergunta: Quando o filme de sua vida for projetado no final desta viagem - [e quem passa por ‘experiência de quase-morte’ vê esse filme] -, você quer que seja um documentário tedioso e previsível? Então, por que deixar de fazer dele um épico estimulante e cheio de provas de que seus dons foram bem utilizados, além de registro do verdadeiro apreço que você sente pelo mundo ao seu redor, pela Natureza e pelas pessoas?!

Ao explorar a crença em si mesmo, você encontrará formas de transformar o modo como se sente em relação a si mesmo. Descobrirá como dar prioridade a seus objetivos e então atingi-los, enquanto aprende a identificar suas verdadeiras paixões na vida, e assim atrair novas oportunidades para si. Então, deixe de ter medo de lançar-se em direção ao futuro – isso não passa de uma mudança!
Dica especial do Anjo

“Para fortalecer sua ligação com o paraíso, saia de casa e olhe para o céu numa noite clara e cheia de estrelas. Escolha uma estrela ou constelação, e torne-a sua. Saiba que toda vez que você contemplar esse corpo celestial e pedir aos anjos que estejam a seu lado, uma resposta positiva aparecerá. Esta prática ajudará você a encorajar-se sempre que precisar de estímulo”. [Cf. ‘Anjos: Acreditar e Receber’, p. 13/19. Glennyce S. Eckersley e Gary Quinn. Larousse. 2008].


 Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).