quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

ANJOS, DEUSES & ARQUÉTIPOS JUNGUIANOS – (Terry Lynn Taylor).


INTRÓITOS: “Se quisermos possuir a sabedoria precisamos aprender a obtê-la”. [‘O Segredo da Flor de Ouro’, p. 16. C.G. Jung. Vozes].
“Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior. A inferior é quanto uma pessoa sabe e a sabedoria superior é quanto ela tem consciência de que não sabe... Tenha a sabedoria superior: seja um eterno aprendiz na escola da vida”. (Chico Xavier).
• (Clic): Lição de Vida para o Mundo Todo: ‘Universidade dos Pés Descalços’ de Bunker Roy, para pobres da Índia, África e Afeganistão. (Vídeo Legendado - Lucy Sem Fronteiras).
•Clic tb. Bunker Roy: The Rural Women Solar Engineers of Africa.

(Clic): 'NINGUÉM ENTRA EM NOSSAS VIDAS POR ACASO'.
Clic): 'A CRISE ATUAL DE CONSCIÊNCIA E AS PREVISÕES MAYAS 2012-2032'.

Processo de Autoconscientização: "Somos Parte de um Todo!" - V. pode curar a si mesmo e mudar sua vida! (Clic): Processo havaiano - Ho’oponopono.

(CLIC): SEVERN SUZUKI: A Garota Que Calou a ECO Internacional. Clic e Veja tb.: 'Abra Portas Interiores e Transforme Cada Dia em Ano Novo' - (Eileen Caddy).

ANJOS, DEUSES & ARQUÉTIPOS JUNGUIANOS - Terry Lynn Taylor.
"Por muitos anos acreditei que os deuses e deusas da Grécia e de Roma antigas eram, na realidade, anjos. Então encontrei apoio para essa idéia em vários dos livros que li sobre anjos".

Dorothy MacLean, em seu livro ‘To Hear the Angels Sing’, escreve:
“Percebi com alegria, excitação e respeito que os deuses mitológicos da Grécia eram membros do mundo angélico. Esse reconhecimento foi outro exemplo da verdade da unidade de toda a vida – uma fermentação das virtudes codificadas do Antigo Testamento com a graça e a beleza do mundo pagão”.

A psicologia de Jung estuda o efeito que os arquétipos têm sobre a personalidade humana. Os arquétipos são herdados de ancestrais universais, tais como os deuses e deusas da antiga Grécia, da Índia e de Roma. Os arquétipos estão alojados em nosso inconsciente como padrões de idéias, pensamentos e imagens físicas.

A energia arquetípica, na forma de anjos, armazena os modelos originais ou protótipos a partir dos quais as personalidades humanas são formadas. Em geral, os seres mitológicos podem ser discutidos como anjos que representam nossas tendências de personalidade.

Compreendendo esses aspectos de nossa personalidade, chegamos a compreensão mais profunda de nós mesmos e de nossas inclinações. Se compreendermos os arquétipos, podemos usar essa informação para preencher os claros de nossa personalidade e para nos esforçarmos por alcançar a grandeza.

Quando vistos como anjos, os arquétipos assumem vida como um modo de nos orientarmos. Cada arquétipo que você possui tem um aspecto superior que pode manifestar-se nas condições propícias. Se estudar todos os aspectos de um arquétipo particular que tenha herdado, você pode também encontrar a pista para certos padrões de comportamento que deseja mudar.

Os signos astrológicos também são arquétipos e cada planeta é associado com um dos deuses e deusas arquetípicos de Roma antiga. Uma maneira de estudar os vários arquétipos é ler sobre eles em livros de mitologia ou consultar livros sobre psicologia junguiana.

Os arquétipos não se destinam a nos limitar; são simplesmente esboços de personalidade que herdamos do universo; podemos trocá-los por outras novas se preferirmos ou elevar-nos completamente acima de sua influência.

“A herança das características de personalidade em várias combinações nos tornam únicos. Podemos suplementar nossas características básicas de personalidade chamando para nós um anjo do arquétipo que possa estar nos faltando e podemos aprender a amar os arquétipos com os quais nascemos e, em conseqüência, amar mais a nós mesmos”... [Ω].

[Cf. ‘Anjos – Mensageiros da Luz’, p. 76/78. Terry Lynn Taylor. Pensamento].

Luz, Amor e Paz! (Campos de Raphael).